Mundo

Bolsonaro posa com arma e critica lei do desarmamento durante viagem a Israel

Presidente voltou a defender que "cidadãos que querem se proteger e proteger suas famílias" tenham armas; em janeiro, ele flexibilizou o posse
Durante viagem oficial a Israel, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a defender, nesta segunda-feira (1ª), o decreto assinado em janeiro que flexibiliza o posse de armas de fogo no Brasil.
Em uma postagem no Instagram, Bolsonaro posou segurando uma submetralhadora e escreveu um texto favorável à posse de armas, além de reiterar sua opinião de que o desarmamento não evita que crimes aconteçam.
"O que torna uma arma nociva depende 100% das intenções de quem a possui. Defendo a liberdade, com critérios, para cidadãos que querem se proteger e proteger suas famílias", afirmou o presidente. "Leis de desarmamento só funcionam contra aqueles que respeitam as leis; quem quer cometer crimes já não se preocupa com isso", acrescentou.
IG

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.