Brasil

Familiares de desaparecidos querem ir ao Supremo contra Bolsonaro

Familiares de outros desaparecidos políticos devem tomar as mesmas medidas que os membros da família de Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB, Felipe, e provocar a Procuradoria-Geral  da República e o Supremo Tribunal Federal a se manifestarem sobre as falas de Bolsonaro.
O presidente ocupou “lives” dizendo que sabia como Fernando Santa Cruz havia desaparecido. Chegou a dizer que ele teria sido assassinado pelos próprios companheiros do grupo Ação Popular.
“Não foram os militares que mataram, não. Muito fácil culpar os militares por tudo o que acontece”, disse. “Até porque ninguém duvida, todo mundo tem certeza, que havia justiçamento. As pessoas da própria esquerda, quando desconfiavam de alguém,
simplesmente executavam”, acrescentou.
A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira.
Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.