Brasil

Professor de catequese estupra 12 crianças da família dele

Homem ainda dava aula em uma escolinha de futebol
Um professor de catequese é suspeito de estuprar 12 crianças da família dele, em Brasília, no Distrito Federal. Segundo informações do site Metropoles, quando os crimes aconteceram as crianças tinham entre 4 e 10 anos. Os abusos ocorriam em um quarto na casa dos pais do suspeito e, conforme a polícia, ele se valia da confiança que tinha dos familiares para ficar sozinho com as crianças, que são na maioria sobrinhos dele. Professor de catequese estupra 12 crianças.
Ele falava que mostraria desenhos e jogar videogame e praticava os abusos, que variavam entre a prática de sexo oral, penetração anal. Além disso, ejaculava na boca das crianças e dizia que aquilo era bom para que elas crescerem fortes e saudáveis. Que era para eles aprenderem e, quando crescessem, praticar com as namoradas, contou o delegado Douglas Fernandes de Moura.
De acordo com as investigações, 11 das vítimas seriam meninos e uma seria mulher. A suspeita ainda é que ele tenha abusado de mais outras seis crianças, no entanto, os familiares ainda não procuraram a delegacia para depor. O suspeito ainda dava aula em uma escolinha de futebol.
Os abusos começaram ainda quando ele morava com a mãe: levava as crianças para lá quando não havia ninguém. Depois de casado, aproveitava os momentos em que a mulher estava fora para violentar as crianças, afirmou o delegado.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.