Brasil

Ana Marcela conquista o primeiro ouro do Brasil na maratona aquática do Pan

A nadadora Ana Marcela Cunha escreveu mais uma página na sua rica história de conquistas. Neste domingo (4), a baiana multi-campeã foi campeã do Pan-Americana pela primeira vez na sua carreira. Ela ganhou a prova dos 10 km na maratona aquática, nos Jogos disputados em Lima, no Peru. Esta também foi a primeira medalha de ouro do Brasil na modalidade.
"Essa é a primeira medalha de ouro na história da maratona aquática, a gente vinha de duas pratas com a Poliana (Okimoto). Acho que ela abriu muito o caminho para a gente. Eu espero continuar seguindo esse mesmo caminho em busca de uma medalha olímpica também. Acredito que esse resultado é fruto do investimento que a gente tem hoje no Rio de Janeiro, no CT do Maria Lenk. É uma conquista do Time Brasil", comemorou. "Muito feliz, não tinha nenhuma medalha de Pan. É minha terceira edição competindo e estou feliz de sair hoje com a de ouro", completou.
Ana Marcela Cunha assumiu a liderança da prova e abriu vantagem de cinco metros no último quarto da prova, na marcação de 7,5 km. No início da prova, ela revezou a ponta com a americana Kathryn Campbell e a argentina Cecilia Biagioli. A baiana cruzou a linha de chegada com 31 segundos à frente da segunda colocada, com o tempo de 2h00min51s9. A medalha de prata ficou com a argentina Cecilia Biagioli que completou a prova em 2h01min23s2. A brasileira Viviane Jungblut completou o pódio com o bronze com o tempo de  2h01min24s0.
BRASIL ASSUME VICE-LIDERANÇA NO QUADRO DE MEDALHAS
Além do ouro e bronze na maratona aquática feminina, o Brasil conquistou outras seis medalhas de ouro e subiu no pódio mais 15 vezes neste domingo. Com isso, o país assumiu a vice-liderança no quadro de medalhas no Pan-Americano ao somar 22 títulos, deixando para trás o México com 20 e o Canadá com 18. Os Estados Unidos lideram com 54 conquistas.
Das outras seis medalhas de ouro, a canoagem brilhou conquistando quatro com Ana Sátila no C1 e no Extreme, Pepê Gonçalves no K1 e no Extreme. No surfe, Chloé Calmon foi campeã no longboard e João Menezes ficou com o título no tênis de simples masculino.
Já os demais lugares dos pódios foram ocupados por Felipe Borges com o bronze na canoagem C1. No surf, Nicole Pacelli ficou com o bronze no Stand-Up. Na marcha atlética, além do bronze de Erica Sena (leia mais aqui), Caio Bonfim ficou com a prata na prova masculina dos 20 km. Já no hipismo, a equipe brasileira confirmou a prata e ainda conseguiu a vaga olímpica, enquanto que Carlos Parro foi bronze no individual. Na ginástica rítmica, a seleção brasileira levou o bronze por equipes. Por fim, no vôlei masculino, o Brasil bateu o Chile por 3 sets a 0 e colocou a medalha de bronze no peito.
BN Esportes

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.