Brasil

Consumo de cocaína em Brasília é 22 vezes maior do que em Chicago, diz estudo

Talvez o mais radical dos radicais quando o assunto é entorpecente, o ministro Osmar Terra tem mostrado a interlocutores o estudo "Epidemiologia do esgoto", feito por peritos da UnB e da PF.
O trabalho aborda o uso da cocaína e foi realizado entre 2010 e 2018 nos esgotos de Brasília, em oito pontos de coleta. A região com o maior consumo é a Asa Norte e o pico é nos sábados.
A estimativa é de que o consumo na capital federal chegue a oito toneladas por ano, um número seis vezes maior que o registrado por estudo semelhante em Milão e 22 vezes maior que em Chicago.
Lauro Jardim

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.