Ceará

Quadrilha chefiada por colombianos é presa por agiotagem no Vale do Jaguaribe

Três colombianos e dois cearenses foram presos durante uma operação policial de combate ao crime de agiotagem na região do Vale do Jaguaribe. De acordo com as autoridades da Segurança Pública, o grupo montou um esquema de cobranças a juros exorbitantes que incluía ameaças e até casos de extorsão.
A investigação da Polícia Civil, através da “Equipe Cão”, Delegacia de Limoeiro do Norte, revelou que o grupo agia em três Municípios do Vale, Russas, Quixeré e Limoeiro, mas que pretendia estender seu raio de ação para outras cidades da região.
Um farto material de propagando foram apreendidos com os acusados, além de R$ 11 mil em espécie. Também foram encontrados 17 mil pesos colombianos, além de vários celulares e motocicletas que eram usadas para o transporte dos cobradores.
De acordo com a Polícia, a quadrilha se reunia todos os dias no “Bar da Lidu”, em Russas, onde a quadrilha fazia o balanço diário das cobranças extorsivas e dos novos empréstimos que eram feitos a pequenos e médios comerciantes.
A quadrilha
Além da cearense Liduína de Almeida Silva, a “Lidu” (dona do bar onde aconteciam as reuniões da quadrilha), foram presos o cearense José Wilson Gallego Rodrigues e os colombianos Juan Carlos Piedahita, Hernan Dario Osódio Rodas e Leslee Michele Hurtado Garzon.
Os cinco foram encaminhados à delegacia junto com o material encontrado em uma residência que havia sido alugada pelos colombianos em Russas.
Fernando Ribeiro, CN7

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.