Brasil

Zeca Dirceu vai ao Paraguai tentar importar escândalo de Itaipu

Deputado petista se reuniu com parlamentares do país vizinho para juntar denúncias e tentar convencer seus pares no Brasil a investigar
No Brasil, o assunto despertou pouco interesse. No Paraguai, porém, o acordo – agora desfeito – com o governo brasileiro para a distribuição da energia da Usina de Itaipu continua sendo o tema mais debatido e ainda ameaça o cargo do presidente do país vizinho, Mario Abdo Benítez. Para tentar movimentar no Brasil as denúncias sobre o favorecimento de uma empresa ligada a políticos do PSL, o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) passou a última quarta-feira (21/08/2019) em Assunção.
O parlamentar paranaense, filho do ex-ministro José Dirceu, que está preso cumprindo pena por condenação na operação Lava Jato, se reuniu com parlamentares e investigadores paraguaios do Ministério Público.
No Congresso do país vizinho, está funcionando uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o ato bilateral de distribuição da energia de Itaipu, assinado em maio pelos dois países e anulado no início de agosto após a divulgação dos termos do acordo, que seriam prejudiciais ao Paraguai.
O Ministério Público e os parlamentares do Paraguai investigam também o possível favorecimento pela estatal de energia paraguaia à empresa Léros, ligada ao político Alexandre Giordano (PSL-SP), suplente do senador Major Olímpio (PSL-SP), e que, segundo mensagens vazadas pela imprensa paraguaia, seria considerada representante da “família presidencial brasileira”.
Raphael Veleda, Metropoles.com

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.