Ceará

Governo do Ceará e Klabin assinam protocolo para instalação de fábrica em Horizonte

A unidade terá capacidade para produzir até 70 mil toneladas por ano de chapas e caixas de papelão ondulado. Ao todo, o empreendimento vai gerar cerca de 240 empregos diretos e indiretos
O trabalhador cearense vai ganhar mais oportunidades de emprego com a chegada de uma nova empresa ao estado. Na manhã desta quinta-feira (26), o governador Camilo Santana assinou um protocolo de intenções com representantes da Klabin S/A para a construção de uma nova unidade do grupo em Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. O investimento previsto é de R$ 100 milhões. Desses, R$ 48 milhões já foram gastos na compra do imóvel que irá receber o empreendimento.
A fábrica terá capacidade para produzir até 70 mil toneladas por ano de chapas e caixas de papelão ondulado. Ao todo, o empreendimento vai gerar cerca de 240 empregos diretos e indiretos na região. Camilo Santana destacou que a atração de investimentos desse porte para o Ceará é resultado da política efetuada pelo Governo. “O papel do Estado é tentar viabilizar todas as condições, dar a dinâmica para estimular e incentivar o bom ambiente de negócios para que as empresas possam se instalar aqui, além de toda uma política que temos de incetivos fiscais. O nosso objetivo é trazer as grandes empresas para geração de emprego e fortalecimento da economia cearense”, declarou o governador.
Maia Júnior, secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, reforçou a declaração do chefe do Executivo estadual e enfatizou o potencial que está sendo criado no Ceará para o surgimento de ainda mais negócios. “Aqui tem um povo produtivo, trabalhador. Temos um Governo bastante organizado, com uma plataforma que não existe nos estados nordestinos para atrair empreendimentos e causar sucesso àqueles que escolhem essa terra para desenvolver. Mesmo assim, não podemos ficar satisfeitos com o nosso crescimento, que está acima do crescimento do Nordeste e do Brasil. Nós queremos muito mais, porque temos muito a superar nas desigualdades que ainda temos por vencer”, comunicou o secretário.
Líder no mercado
Com 120 anos de existência, a brasileira Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis do país, sendo líder na produção de papéis e cartões para embalagens, sacos industriais e embalagens de papelão ondulado. Atualmente, conta com 18 unidades industriais, sendo 17 no Brasil – espalhadas em oito estados – e uma na Argentina. A empresa também conta com escritórios comerciais em oito estados brasileiros, uma filial nos Estados Unidos e um novo escritório na Áustria, além de representantes e agentes comerciais em vários países.
O CEO da Klabin, Cristiano Teixeira, disse estar muito feliz com a ampliação das atividades da empresa no Nordeste. Hoje, ela emprega mais de 18 mil pessoas e a unidade de Horizonte será a 19ª unidade no país. Os produtos da empresa são responsáveis por embalar e proteger 63% da fruta produzida na região, de acordo com o CEO. Mas, para Cristiano, além de se orgulhar dos números, a Klabin comemora bastante ser referência em sustentabilidade. “Oitenta e nove por cento da nossa matriz energética é composta por fontes limpas e renováveis. Cem por cento dos efluentes industriais são tratados antes de retornar aos corpos hídricos. É com essa prática que oferecemos ao mercado soluções em embalagens seguras e eficientes contribuindo para um futuro sustentável”, destacou Cristiano.
O governador demonstrou seu contentamento em o Ceará ganhar uma nova unidade da empresa. “A Klabin é uma das mais importantes empresas na área de celulose e papéis do mundo. A presença dela aqui é uma honra para nós pelo que ela significa e vai significar para a economia do Estado, na geração de emprego e pelo know how. A expectativa é cada vez mais de crescimento”, expressou. A Klabin atende clientes em todo território nacional.
O Nordeste brasileiro tem apresentado, nos últimos anos, crescimento acima da média nacional no mercado de embalagens de papelão ondulado, que, historicamente, concentrou-se na região Sudeste. Armando Klabin, presidente do conselho de administração da empresa, enfatizou o compromisso com a região nordestina.
“São 120 anos desde que meus antepassados iniciaram a Klabin S.A. Temos também uma forte história com o desenvolvimento do Nordeste. Agora, com a fábrica de Horizonte, reforçamos o nosso compromisso não só com nossos clientes e fornecedores, mas com a população deste estado, privilegiado pela natureza e pelo seu povo com grande capacidade produtiva”, comprometeu-se Armando. A previsão é de que as atividades já tenham início em 2020. O potencial de geração de ICMS no estado é de até R$ 14,5 milhões por ano com volume de 40 mil toneladas/ano.
O momento contou com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Sarto, de parte secretariado estadual – Élcio Batista (Casa Civil), Juvêncio Viana (PGE), Mauro Filho (Seplag), Nelson Martins (Assessoria Institucional), Dedé Teixeira (Executivo da SDA),  dirigentes de órgãos –   Danilo Serpa (CIPP S.A), Eduardo Neves (Adece), Sílvio Carlos Ribeiro (Executivo do Agronegócio do Ceará), do presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, do prefeito e ex-prefeito de Horizonte, Chico César e deputado Nezinho Farias, respectivamente, além empresários de diversos segmentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.