Esporte

Vontade de dono do PSG é que Neymar fique correndo em volta do gramado até 2022, diz empresário.

Dono do clube francês, Nasser Al-Khelaifi queria "fazer o Neymar ficar correndo em volta do campo até o contrato acabar", diz o empresário brasileiro
O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, está furioso com Neymar Jr. É o que o jornalista Jorge Nicola, do Yahoo!, afirmou com base nos relatos de um empresário brasileiro que se reuniu com a diretoria do PSG para tratar sobre negociações de outro brasileiro. Na oportunidade, escutou comentários acerca da complicada situação do atacante da Seleção Brasileira em Paris. De acordo com a fonte, que preferiu manter o anonimato, a vontade de Al-Khelaifi era manter o jogador treinando separado do elenco principal.
''Se dependesse da vontade do presidente, o Neymar ficaria correndo em volta do gramado até o último dia do seu contrato"
A atitude do cartola "seria pra Neymar entender que não é o mais rico nem o mais poderoso do mundo". Porém, o dirigente brasileiro Leonardo e o treinador Thomas Tuchel teriam conversado com o presidente para convencê-lo de que seria um desperdício técnico e financeiro. O contrato de Neymar com o clube parisiense vai até maio de 2022.
Nos últimos dias, o Barcelona tentou de todas as formas repatriar o atacante, mas sem sucesso. Até a opção de empréstimo foi sugerida para o PSG, que recusou. O técnico do Barça, Ernesto Valverde, falou que "estava ansioso para que o mercado fechasse e que tudo isso terminasse".
Nelson Almeida, AFP

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.