Ceará

Fortaleza vence Chapecoense e respira na briga contra o Z4 do Brasileiro

Fortaleza recebeu a Chapecoense na noite desta quarta-feira no Castelão e venceu por 2 a 0, em confronto válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em duelo contra o rebaixamento, a equipe da casa se deu melhor e se afastou da zona da degola, enquanto os catarinenses seguiram na lanterna da classificação.
Os dois gols foram marcados já no segundo tempo. Aos quatro, Wellington Paulista cobrou pênalti sofrido por Romarinho e converteu. Aos 35, a bola sobrou mais uma vez para o camisa 9 dentro da área e o atacante deu números finais ao jogo.
Com a vitória, o time comandado por Rogério Ceni subiu uma posição e assumiu provisoriamente a 13ª colocação do campeonato com 28 pontos, cinco a mais que o Ceará, primeira equipe da zona do rebaixamento.
Já a Chapecoense estacionou nos 15 pontos e irá passar mais uma rodada na última posição da tabela, um ponto abaixo do Avaí, que ainda joga na rodada e pode ampliar a diferença. O time catarinense está dez pontos atrás do CSA, primeiro clube fora da degola.
O jogo 
Jogando em seus domínios, o Fortaleza tentou ir para cima da Chapecoense em busca da vitória. Após início truncado e com poucas chances claras para cada lado, as jogadas dos cearenses começaram a encaixar melhor após os 20 minutos. O destaque foi o chute de Oswaldo da entrada da área que explodiu na trave, aos 29.
No segundo tempo, os mandantes não demoraram para abrir o placar. Aos dois minutos, Campanharo foi imprudente na marcação de Romarinho e derrubou o atacante do Leão dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Wellington Paulista caminhou a passos curtos e colocou no canto direito para abrir o placar.
Os catarinenses tiveram chance de ouro para empatar aos 26, mas não aproveitaram. Após chute firme de Everaldo, Boek deu rebote e Locatelli chegou para completar. Antes da finalização, o zagueiro Paulão conseguiu bloquear o chute e a bola saiu mascada, possibilitando boa defesa do goleiro do Fortaleza.
O Tricolor do Pici aproveitou a dificuldade da Chape para marcar e definiu a vitória. Com mais espaço, Felipe conduziu a bola na entrada da área adversária aos 35 minutos e deu bom passe em profundidade para Wellington Paulista. O atacante dominou livre já dentro da área e só precisou tirar do goleiro para ampliar o marcador.
O camisa 9, que também havia marcado de pênalti contra o São Paulo em derrota da 23ª rodada, chegou a nove gols no Brasileirão e se igualou como o quarto maior goleador do campeonato.
Gabriel Monteiro Ambros, Gazeta Esportiva

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.