Mundo

Morre menino indiano que ficou preso em poço por 4 dias

O menino indiano que ficou preso em um poço por 4 dias, Sujith Wilson, foi encontrado morto, informaram as autoridades do país nesta terça-feira (29). 
O garoto, de 2 anos, caiu em um poço abandonado enquanto brincava no fim da tarde de sexta-feira (25) no estado de Tamil Nadu, no sul da Índia. 
Durante as tentativas de resgate, que duraram 82 horas - o equivalente a mais de 3 dias - , os socorristas chegaram a enviar oxigênio para o local onde o menino estava, mas ele não resistiu. Inicialmente, Sujith estava preso a cerca de 10 metros de profundidade, mas depois caiu mais para dentro do poço, a cerca de 27 metros. 
Além dos suprimentos de oxigênio, os esforços para resgatar o garoto envolveram máquinas alemãs de perfuração, mas bombeiros e socorristas tiveram que trabalhar de forma lenta por conta do solo rochoso e da chuva. 
Autoridades disseram, segundo a BBC, que um "equipamento especial" foi usado para recuperar o corpo de Sujith do poço, e uma equipe de médicos "levou cerca de 45 minutos para confirmar sua morte e fornecer um relatório especial". 
O corpo foi enviado para um hospital do governo para autópsia e depois entregue aos pais, que o enterraram no final da manhã. 
Orações haviam sido realizadas em templos, mesquitas e igrejas em Tamil Nadu por seu retorno seguro. A Índia comemorou o feriado de Diwali no fim de semana prolongado e a operação de resgate recebeu atenção nas mídias sociais. O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, escreveu no Twitter sobre sua preocupação com a criança. 
A atenção pública também se concentrou na política, com muitas pessoas dizendo que as autoridades deveriam garantir que poços não sejam deixados abertos, e que o governo deveria ter protocolos mais eficazes para essas operações de resgate. Houve novos pedidos de multas para quem deixar poços abandonados abertos. 
Em junho deste ano, um menino que estava preso em um poço semelhante morreu no estado de Punjab, apesar de uma operação de resgate de dois dias para salvá-lo.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.