Ceará

Processo de cassação do prefeito afastado de Uruburetama é marcado para segunda-feira

processo de cassação do prefeito afastado José Hilson de Paiva,foi marcado para esta segunda-feira (28), às 9h, pela Câmara Municipal de Uruburetama. A sessão estava marcada para ocorrer na tarde desta quinta-feira (24), mas foi adiada porque a Câmara não havia notificado a defesa do prefeito e, por esse motivo, a sessão poderia ser anulada.
A prisão do médico foi determinada em 19 de julho deste ano e de acordo com o Ministério Público do Ceará (MPCE), a medida foi necessária para preservar as provas e evitar a influência do prefeito nas investigações.
Também em julho, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará (Cremec) decidiu pela interdição cautelar do médico o que o impede de exercer a profissão por seis meses. O prazo pode ainda ser prorrogado pelo mesmo período. Além disso, o PCdoB também expulsou o médico do partido.
Segundo informou a Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS), ao ser preso, o médico disse, em depoimento à polícia, que os estupros e as gravações dos atos se tornaram um “vício”.
Mais de 60 vídeos mostrando os atos praticados pelo prefeito contra as pacientes foram recolhidos pela polícia e passam por perícia. Para que o prefeito José Hilson seja cassado, são necessários 8 dos 12 vereadores da Casa.
Ceará agora 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.