Brasil

Queiroz indica caminho para conseguir cargos políticos, diz jornal

Em áudio conseguido pelo jornal O Globo, ex-assessor de Flávio Bolsonaro diz que há 'mais de 500 cargos disponíveis na Câmara e no Senado'
O ex-policial Fabrício Queiroz, exonerado do gabinete do Senador Flávio Bolsonaro, segue sendo consultado sobre nomeações no Legislativo, segundo reportagem do jornal O Globo.
O veículo afirmou ter acesso a um áudio de WhatsApp em que um ex-assessor sugere a um interlocutor como proceder para fazer indicações políticas em gabinetes de parlamentares.
"Tem mais de 500 cargos na Câmara, no Senado. Pode indicar para qualquer comissão sem vincular a eles em nada. 20 'continho' caía bem", diz um trecho do áudio.
Ainda na mensagem, Queiroz afirma que no gabinete de Flávio Bolsonaro tem uma fila de deputados e senadores para conversar com ele e sugere que os cargos poderiam ser no gabinete desses outros políticos.
"É só chegar e dizer 'meu irmão, nomeia fulano para trabalhar contigo'", afirma Queiroz na mensagem.
Segundo o jornal O Globo, Queiroz afirmou, por nota, que mantém a influência por ter "contribuído de forma significativa na campanha de diversos políticos no Estado do Rio de Janeiro".
Por outro lado, Flávio Bolsonaro negou, também em nota, que tenha aceitado indicações do ex-assessor e que mantenha contato com ele desde o ano passado.
O ex-policial é investigado pelo Ministério Público por prática da chamada "rachadinha", quando os funcionários comissionados devolvem parte dos salários. Ele esteve no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio entre 2007 e 2018.
Valor Investe

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.