Brasil

Fortaleza mantém boa fase e vence Goiás fora de casa

Fortaleza bateu o Goiás por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Serra Dourada, em Goiânia, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. É o quinto jogo do Leão sem derrotas, já garantindo pelo menos uma vaga na Sul-Americana do ano que vem, a primeira disputa de competição continental da história do clube.
Com o resultado, o time de Rogério Ceni ultrapassa o próprio Esmeraldino e chega à nona posição, com 49 pontos. Do outro lado, em décimo, com os mesmos 49 tentos, os goianos perdem a chance de encostar no Corinthians, oitavo colocado e primeiro time na zona de classificação para a Libertadores do próximo ano, e se complicam na briga por uma vaga no torneio continental. Empatadas, as duas equipes precisarão tirar quatro pontos em dois jogos do time paulista se quiserem se chegar no G8.
As equipes já voltam a campo no próximo meio de semana. Na quarta-feira, às 21h30, o Leão do Pici vai até o Maracanã enfrentar o Fluminense. Um dia depois, às 19h15, o Goiás pega o Palmeiras, no Brinco de Ouro, em Campinas.
O jogo
Diferentemente de como foi na partida contra o Bahia no último final semana, o Goiás não começou bem neste domingo e pouco conseguiu imprimir seu ritmo de jogo. Disposto a dar sequência na boa fase e prolongar a invencibilidade de quatro jogos, o Fortaleza começou com tudo e abriu o placar cedo. Aos 15, Bruno Melo aproveitou a sobra de um escanteio, antecipou Alan Ruschel e mandou de cabeça para o gol.
Dez minutos depois, foi a vez de Osvaldo marcar o segundo do Tricolor. Edinho fez boa jogada e cruzou na medida para o meia-atacante chegar de trás e bater de primeira no ângulo, sem chances para Tadeu. Rafael Moura chegou a descontar aos 43, ainda na primeira etapa, mas o Esmeraldino foi para o vestiário em desvantagem.
Ney Franco até conseguiu ajustar sua equipe no intervalo e o Goiás voltou para os 45 minutos finais buscado mais o ataque. Mas, em contrapartida, Rogério Ceni organizou uma boa retranca para segurar o placar e deu resultado. Os donos da casa criaram boa oportunidades, mas quando não paravam na zaga cearense, encontravam o goleiro Felipe Alves.
Ao fim da partida, os quase 28 mil torcedores presentes lamentaram bastante o resultado, assim como os atletas em campo. Do lado cearense, muita festa e comemoração da primeira vaga em uma competição continental de sua história.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.