Brasil

Toffoli concede liminar à Netflix e libera programa do Porta dos Fundos

Exibição havia sido suspensa por decisão de desembargador do Rio de Janeiro nesta quarta. "Não é de se supor que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede há mais de 2 (dois) mil anos", argumentou o presidente do STF
O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, concedeu liminar à Netflix na noite desta quinta-feira 9 e liberou a exibição do episódio "Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo", produzido pelo Porta dos Fundos.
A exibição do episódio havia sido suspensa por decisão do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira 8.
"Não se descuida da relevância do respeito à fé cristã (assim como de todas as demais crenças religiosas ou a ausência dela). Não é de se supor, contudo, que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede há mais de 2 (dois) mil anos, estando insculpida na crença da maioria dos cidadãos brasileiros", argumentou Toffoli na decisão.
Em nota divulgada hoje, o Porta dos Fundos repudiou a censura: "O Porta dos Fundos é contra qualquer ato de censura, violência, ilegalidade, autoritarismo e tudo aquilo que não esperávamos mais ter de repudiar em pleno 2020. Nosso trabalho é fazer humor e, a partir dele, entreter e estimular reflexões. Para quem não valoriza a liberdade de expressão ou tem apreço por valores que não acreditamos, há outras portas que não a nossa. Seguiremos publicando nossos esquetes todas as segundas, quintas e sábados em nossos canais".
Brasil 247

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.